Desfazendo As Malas

post desfazendo malas 44 - Desfazendo As Malas

Ontem o artigo foi bem extenso, então, hoje, vou tentar ser mais breve!

Quando estava escrevendo sobre orbitar no Buraco Negro, fiquei relembrando a época em que fui para Macau – China, ser voluntária em um orfanato.

Fiquei lá por dois anos, e quando voltei ao Brasil tive essa sensação, a sensação de que o tempo tinha parado!

Subscreva para receber conteúdos GRÁTIS no seu email.

Mensagens de grande conteúdo que irão ajudá-lo(a) na área emocional, espiritual e material.

Junte-se a uma lista de pessoas que está crescendo dia-a-dia!


QUERO RECEBER

Lembro-me perfeitamente do dia em que deixei o Brasil, todos meus familiares e amigos no aeroporto para dar o último abraço, o último beijo, o último até logo!

Essa foi a última imagem que ficou em minha mente! Aquele dia ficou como que congelado em minha mente e emoções!

E lá fui eu para um país distante, uma língua super difícil, e uma cultura ainda mais diferente da minha! Rumo ao desconhecido!

Quando lá cheguei, já me deparei com uma realidade bem diferente da que eu tinha sido previamente informada. Fui morar em um apartamento sozinha!

Dias Cinzentos

Lembro-me como se fosse hoje, por quarenta dias, nem sinal do sol, tudo era cinza, muito úmido! Tínhamos de fechar as janelas dos quartos, pois se estivessem abertas, os quartos ficavam como que se tivesse chovido dentro, de tão úmido que era!

Mas em qualquer começo, tudo é novidade, não é verdade? Por isso não sentimos tanto as mudanças!

Como eu tinha ido para lá, para Macau, por um tempo determinado, já tinha isso em minha mente: “Daqui dois anos eu volto, estou aqui só por um tempo!”

Tinha esse discurso já pronto, na ponta da língua, e principalmente em meu coração!

Com os passar dos dias, percebi que ainda estava tentado viver das lembranças do passado, e focada no futuro, e o mais triste disse tudo estava DESPERDIÇANDO O MEU PRESENTE!

Então um certo dia, meu deu um clique, e vi o mal que eu estava fazendo a mim mesma. Me encontrava num estado emocional em que me aborrecia facilmente! Sempre falando do meu passado, fazendo comparações, e esperando o ansioso dia de voltar para casa.

Depois de refletir no que se estava a passar comigo, decidi desfazer as minhas malas. Não as naturais, mas as minhas malas emocionais, e viver aqueles anos, como se Macau fosse o meu País, minha casa, fazer novos amigos e levar uma vida normal! Recomeçar novamente!

Isso acontece muito quando deixamos o nosso País, seja por um tempo determinado, ou por um tempo indeterminado.

Hoje, moro na Inglaterra, e como já tinha tido essa experiência no passado, foi bem fácil para mim desfazer as minhas malas emocionais e ter a Inglaterra como meu país, minha casa, e recomeçar tudo novamente!

Posso dizer que não é nada fácil, mas é a melhor opção!

Logo que mudámos para cá, meu marido me deixava maluca, com as comparações entre Inglaterra e Portugal.

Eu sempre dizia para ele: “Uma árvore sem raiz, não pode produzir frutos!”. Se queremos prosperar nesse país, precisamos criar raizes, temos que deixar de viver o passado, para passar a viver nosso presente em função do nosso futuro. E é isso que estamos tentando fazer, criar raízes!

Para vocês terem uma ideia, nem coisas novas para casa ele queria comprar, pois para ele, iríamos com certeza voltar para Portugal ou Brasil.

Então para quê adquirir bens? Lá estávamos nós, vivendo com móveis velhos (ainda andam para ai alguns que precisam de ser mudados! Hahaha!), quebrados, sem aproveitar a vida.

Felizmente esse modo de pensar mudou, hoje já temos nossos móveis novos. Não tenho nada contra móveis velhos, mas tudo depende do contexto que estamos vivendo. Eu sempre me queixava: “Amor quando é que vamos ter uma cama decente, um sofá decente…”

Não foi fácil para ele, mas hoje entendemos, que enquanto estivermos aqui, este é o nosso país, aqui é a nossa casa. Aqui é onde estão meus novos amigos, apesar de sentir muita falta dos meus amigos e familiares do Brasil, mas infelizmente eles não estão aqui.

Então, a vida continua, e novos amigos surgem, não podemos viver do nosso passado, e perder o nosso presente!

Mas, voltando a falar sobre a meu tempo em Macau, e o que isso tem haver com o Buraco Negro.

Depois de quase dois anos fora do Brasil, eu voltei! Mas quando cheguei lá, tudo estava diferente! A vida continuou, os anos passaram, e eu estava com aquela imagem congelada na minha mente e em minhas emoções!

Era como se eu estivesse a orbitar perto de um Buraco Negro, onde o tempo passa bem devagar, e quando você volta para o seu mundo, está tudo diferente, e bem diferente!

Minha família tinha aumentando, meus sobrinhos cresceram, meus amigos, alguns deles estavam casados, outros namorando. Cada um levando a sua vida, e eu já não fazia mais parte do dia a dia deles, eu era apenas uma lembrança!

Então eu tive que recomeçar novamente, me sentia uma estrangeira em meu próprio país! No início foi muito difícil, a minha vontade era voltar para Macau, pois já não me encaixava mais, me sentia sozinha.

Por isso é muito importante você aproveitar o seu tempo quando está fora do seu país. Viver novas experiências, experimentar novas comidas, ter dias memoráveis, inesquecíveis, experiências que vão marcar para sempre a sua vida, fazer valer a pena ter estado fora, pois a perda não será tão grande.

Na verdade não vai haver perdas, mas sim amadurecimento, transformação. Vai haver é ganho!

Eu voltei para o Brasil, super diferente, já não era a mesma pessoa, foi uma experiência única, que mudou a minha vida!

Sou muito grata a Deus pela oportunidade de ter estado fora aqueles anos. O que Deus fez em minha vida em dois anos de China, acho que levaria uns dez anos para acontecer toda essa transformação, caso eu tivesse ficado no Brasil.

Não importa onde quer que você esteja, viva a sua vida com sabedoria! Não viva olhando para trás, e não perca de viver o seu presente, aguardando um futuro que ainda não chegou.

Hoje é o dia para ser vivido. O amanhã pertence a Deus! Para muitos ele pode nem sequer chegar.

Então porquê ficar esperando pelo Amanhã acontecer, se você ainda não aprendeu a viver o Hoje!

Saiba que o seu Amanhã é o fruto do seu Hoje!

Aprenda com o seu Passado, viva o seu Presente e planeje o seu Amanhã!

Não desperdice a sua vida!

Se você acha que este artigo foi benéfico para a sua vida, então não se esqueça de o compartilhar nos links abaixo, e abençoe você também o seu próximo!

Para receber dicas GRÁTIS diretamente no seu email subscreva aqui.

Siga-nos também pelo Twitter clicando aqui e ou através do WhatsApp, adicionando o seguinte número: +44 7887249649, e enviando a seguinte mensagem: Quero Receber Dicas Grátis.

Até amanhã! 

Fique livre para comentar, deixar sugestões, ou mesmo pedir conselhos através dos links abaixo. Gostaria de ouvir de você! Afinal de contas, este blog foi feito a pensar em você.

Subscreva para receber conteúdos GRÁTIS no seu email.

Mensagens de grande conteúdo que irão ajudá-lo(a) na área emocional, espiritual e material.

Junte-se a uma lista de pessoas que está crescendo dia-a-dia!


QUERO RECEBER

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.